terça-feira, 13 de junho de 2017

Como aproveitar cascas de legumes e frutas.

Agora que muitos dos legumes que consumimos vêm da nossa horta, faz-me ainda mais confusão pôr no lixo as cascas e os talos que não uso.
E se alguns restos de legumes vão parar logicamente à caixa da compostagem*, outros vou-lhes dando usos diferentes.

* para fazer fertilizante biológico para usar na horta.
(cascas prontas para ir para a compostagem)
Restos de legumes (cascas de cenoura, folhas de alho francês, talos de couve):
- Cozem-se só em água e depois coa-se o líquido. Fica um delicioso e nutritivo caldo de legumes, para sopas e outros pratos;

Talos de couve flor e brócolos:
- Costumo juntar aos legumes do creme da sopa e depois passo tudo com a varinha mágica. Quando não tenho sopa para fazer, vou guardando no congelador, para utilização futura.

Cascas de alho:
- Coloco durante uns dias em água, num recipiente fechado a "marinar". Quando já está um líquido mais escuro está pronto para usar na horta. É um excelente repelente de insectos biológico (pulgões e outros). O cheiro é intenso, mas compensa.

(Cascas de alho em água: o aspecto não é grande coisa, mas é eficaz)
Cascas de citrinos:
- Juntando a vinagre branco, faz-se um limpa-tudo para a casa. Vejam as quantidades e tempo de infusão das cascas aqui.

Restos de limão:
- Se as cascas de limão podem ser usadas no limpa-tudo de citrinos, o restante do limão (parte branca, peles e alguma polpa) pode ser usada para limpar o microondas.

Restos de cebola (a parte da base com raízes):
- Relembrem aqui como cultivar novas cebolas ou cebolinhas, facilmente em casa.

Cascas de vagens (favas e ervilhas):
- Na altura das favas e das ervilhas, as cascas eram tantas que, em vez de as colocar misturadas na compostagem, colocava-as directamente na terra à volta das outras culturas. Para além de irem decompondo directamente no lugar dos outros legumes (dando azoto), a camada das cascas também ajudou a que as ervas daninhas não crescessem tão rápido.
 

Cascas de maçã:
- Aproveitando as cascas e os centros das maçãs, faz-se vinagre de maçã, que depois dá para aproveitar para variadíssimos usos. Esta receita ainda não experimentei, porque na verdade não costumo comer maçã muitas vezes. Mas já está na calha para teste, pois este ano a minha macieira Fuji está carregadinha! E estas maçãs, eu ADORO.

(as maçãs Fuji estão quase...)

E vocês, o que fazem às cascas?